terça-feira, 10 de novembro de 2009

Reims, Champagne, La Vigneraie e Faha

Saimos bem cedo do nosso hotel com destino à estação de trem de Bordeaux com destino à Reims. Só que nos perdemos no caminho e levamos o maior tempão pra acertar como chegar lá. Dáí você deve estar pensando, ué, esse povo não alugou carro com GPS não? Alugamos sim, só que o GPS não tem como adivinhar que algumas ruas estão em obras e não é possível passar por elas. Pegamos uma assim e a tal da voz do GPS ficou um tempão calculant cours como ela dizia toda a hora até que nos levou para outra rua também impedida.E daí a gente se ferrou! Desligamos a máquina que só estava nos atrapalhando, pegamos um mapar, descobrimos o retorno e seguimos, já meio em cima da hora. Chegando lá, ainda tínhamos que devolver o carro para a locadora e ninguém sabia onde era. Começamos a ficar com medo. Enfim, eu e as meninas ficamos lá pra perguntar de onde sairia o trem enquanto os meninos resolviam o problema do carro, Faltando menos de 5 minutos para o embarque eles chegam e nós então fomos, correndo literalmente, com todas as nossas coisas (gente,não dá pra ser perua e levar malão e ao mesmo tempo querendo ser descolex e andar de trem!)pra embarcar. Ok, embarcamos e nos sentamos, superaliviados, para tentar descansar um pouco durante as 4 horas que duraram a viagem.
Chegando em Reims, descemos numa estação no meio do nada, a Reims- Ardenne. Gente, se alguma vez forem Reims, comprem bilhete para REIMS, não REIMS-ARDENNE porque não é a mesma coisa! A primeira é bem na cidade e a segunda...não!
Resultado, tivemos que pegar um taxi carinho para chegar na locadora de carro onde iriamos alugar o nosso e esta locadora era tipo 5 minutos da estação onde deveríamos ter parado.
Ok, confesso, chegando à cidade, que ela não me conquistou à primeira vista. É que depois de sair de Paris e Bordeaux, pegar uma cidadezinha nem tão bonita pela arquitetura, nem tão bonita pela natureza foi meio chocho. Demos uma voltinha, fomos à famosíssima catedral, que é sim, linda e imponente, uma das mais famosas da França, mas não tivemos pique de ir conhecer o Palais do Tau do qual todo mundo fala. Paciência. Achamos uma brasserie para comer, bebemos mais que comemos (claro, estávamos em Champagne) e depois fomos dormir. Mas tem aí minha foto devidamente atracada numa Taitinger básica:


À noite estava todo mundo doido pra sair. Perguntamos no hotel sobre um restaurante realmente bom e o concierge nos indica o La Vigneraie (51,Marne). Perfeito!
De fachada simples e interior bem elegante e aconchegante, o La Vigneraie era exatamente como desejávamos que fosse, na segunda foto, a mesa lá do cantinho de 4 lugares foi exatamente oonde sentamos:



Começamos com um amuse bouche que era um consomê de carangueijo, muito bom!


Depois, um capaccio de salmão defumado, parecidinho com o que a mammy faz na casa dela de entrada quase todas as vezes que ela inventa de fazer um jantar:


Como prato principal, lagosta e coquilles saint-jacques com este purê roxo de um tubérculo que tem em todos os restaurantes franceses. Delícia de comer rezando!!!Pena que era pouco...


E de sobremesa, mais um de shorar taitinger gente, um mix de doces à base de café e chocolate: petit-gateau, mousse de café, macarron, sorbet e um cafézinho para terminar. Ai,morri!


E para acompanhar tudo, esta champagne divina Thienot, de um pequeno produtor, e o vinho de sobremesa Première Grand Cru Rieussec, um Sauternes soberbo!


De lá, como tinhamos descansado a tarde toda, estávamos no maior pique e resolvemos esticar pra conhecer mais da noite de Reims. Fomos na Place Drouet d'erlon, que é o endereço mais bombado da cidade, cheio de gente jovem e bonita, um barzinho (ou café) atrás do outro, todos iluminados, com gente entrando e saindo, muita música alta,enfim, uma festa regada à moeeeeta champagne. Gente, diz que eu ganhei na sena e não preciso voltar pra casa...Ficamos até altas horas!


E amanhã tem a visita à Veuve Clicquot!!!! Só porque eu acho que a gente ainda não bebeu o suficiente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget